Freguesia de Lousa

Vítor Martins

Freguesia de Lousa

O meu nome é Vítor Martins e sou candidato a presidente da Junta de Freguesia de Lousa pela Iniciativa Liberal.

Tenho 26 anos, sou licenciado em Planeamento e Gestão do Território e possuo o mestrado em Sistemas de Informação Geográfica. Atualmente sou consultor na área da reabilitação urbana e de planos de habitação. Desde sempre que tenho uma forte ligação a Lousa, na qual os meus avós maternos, a minha mãe e os meus tios fizeram a sua vida desde jovens. Foi a terra onde passei grande parte da minha infância, tendo andado no Jardim de Infância das Salemas.

Assim que descobri a Iniciativa Liberal fui-me cada vez mais identificando com o partido, com as suas ideias e valores. A dado momento, ao constatar que a situação económica e social do meu país se estava a deteriorar, comecei a ver que tinha de fazer algo. Por isso, aderi à Iniciativa Liberal. O que fez com que me identificasse com a Iniciativa Liberal? O facto de ser um novo partido que confia nas pessoas, que defende que ninguém melhor do que o indivíduo para decidir o que é melhor para si e para a sua comunidade.

Nos últimos anos, a freguesia de Lousa tem vindo a perder vida, dinamismo e oportunidades, realidade que contrasta com o considerável desenvolvimento das freguesias vizinhas da Venda do Pinheiro e Loures. Por isso, decidi ser candidato a Presidente da Junta porque acredito que a nossa freguesia tem um enorme potencial de desenvolvimento económico e social que se encontra por explorar.

Proponho uma nova estratégia de desenvolvimento para a freguesia assente nos princípios e valores liberais, no crescimento sustentável e na promoção do património natural e paisagístico de Lousa. Com esta estratégia proposta pretendo garantir uma melhoria do bem-estar das populações da freguesia e proporcionar mais oportunidades económicas para todos, assim como também potenciar a atração de novos residentes, por forma a romper com a atual tendência de declínio das dinâmicas económicas e demográficas da freguesia.

Vê o video de apresentação da candidatura aqui.

As nossas propostas para a Freguesia de Lousa

Maior Proteção da Natureza e Mais Oportunidades Económicas

Lousa contém um valioso património natural composto por uma vasta área de floresta e por paisagens únicas. Este possui um enorme valor natural, económico e social. Contudo, verifica-se um reduzido aproveitamento e proteção destes recursos naturais.

Propomos assim implementar uma estratégia de aproveitamento sustentável destes recursos, para que possam vir a proporcionar uma melhoria da qualidade de vida das populações de Lousa e que contribuam para trazer mais e melhores oportunidades económicas. A boa exploração do potencial ambiental da freguesia irá trazer inovação tecnológica, turismo, pessoas e empresas. Acima de tudo, a boa exploração deste património natural trará futuro para a freguesia.

No âmbito desta estratégia queremos:

 – Promover o potencial turístico do espaço florestal da freguesia. Para tal, propõe-se a criação de trilhos para a prática de desporto. Pretendemos, com esta medida, que a freguesia tirei proveito do seu valioso património natural e que possa, através dele, se desenvolver e proporcionar novas oportunidades de negócio.

 – Potenciar a realização de atividades lúdicas em contacto com a natureza para as crianças e jovens da freguesia nas interrupções letivas e fins de semana. Temos a intenção de fazer com que as novas gerações valorizem cada vez mais a importância dos recursos naturais da freguesia, para que estes tenham cada vez mais valor para a comunidade.

 – Sinalizar os pontos de interesse ambiental e patrimonial da freguesia – Caso da Estação da Biodiversidade de Fontelas, para que possa promover-se os espaços com potencial turístico da freguesia.

 – Promover a despoluição e descontaminação de matas, florestas, descampados e junto a infraestruturas, equipamentos, entre outros. Pretendemos que os espaços florestais e urbanos da freguesia sejam espaços de qualidade, em que se garanta a sua proteção e os quais as pessoas sintam vontade de usufruir.

 – Fazer uma maior pressão para que as autoridades municipais efetuem a recolha do lixo e executem ações de despoluição e descontaminação nas ribeiras da freguesia (remoção de resíduos sólidos e não sólidos não tratados). Queremos que se garanta a qualidade dos ecossistemas, não só para usufruto dos cidadãos, mas também para proteger os habitats naturais.

Plantar mais árvores nos espaços públicos da freguesia. Queremos uma freguesia ambientalmente sustentável.

Pretendemos também:

Ajudar na dinamização dos abrigos de animais, sejam de autoridades locais ou de organizações não-governamentais, sem fins lucrativos. Com esta medida queremos resolver eventuais problemas de sobrelotação e de deterioração das condições dos abrigos.

 – Remover as taxas cobradas pela junta de freguesia no registo de animais de companhia, para que se possa mais facilmente adotar animais e assim melhorar a qualidade de vida das pessoas, sobretudo das que vivem isoladas. Queremos também dar resposta a potenciais situações de sobrelotação e de deterioração das condições dos abrigos de animais.

Mais Planeamento e Ordenamento

Para que a freguesia possa desenvolver-se é fundamental que se promova a dinamização dos espaços públicos e urbanos. É, por isso, necessário cuidar dos espaços públicos, conferindo-lhes dignidade e condições de utilização. É também essencial potenciar a melhoria das condições de habitabilidade nos espaços urbanos da freguesia.

Assim propõe-se:

 – Comparticipar materiais para a reabilitação dos edifícios e habitações de famílias carenciadas da freguesia. Dada a crescente degradação do edificado na freguesia, pretendemos que a junta ajude no processo de reabilitação urbana, por forma a dinamizar Lousa.

 – Proceder à limpeza e à colocação de redes de malha fina nas sarjetas para prevenir a entrada de lixo nos esgotos e nos cursos de água a jusante.

Influenciar as autoridades municipais no sentido de procederem à desburocratização e agilização dos processos de licenciamento das habitações em áreas urbanas de génese ilegal – caso da AUGI de Tocadelos.

 – Criar um programa de aproveitamento de água por parte das instalações, equipamentos e serviços da freguesia. Dada a cada vez maior escassez de recursos hídricos disponíveis, importa desenvolver soluções de redução do consumo de água e que levem ao armazenamento da água proveniente da precipitação.

 – Exercer uma maior pressão para que as autoridades municipais efetuem a limpeza regular dos cursos de água, assim como também o alargamento e aprofundamento dos canais das ribeiras e a monitorização dos caudais, para prevenir possíveis inundações de habitações e assim evitar prejuízos associados.

 – Proceder à limpeza do combustível natural nos terrenos a cargo da JF ou baldios, por forma a minimizar o risco de incêndios.

 – Queremos ainda sensibilizar os proprietários para a necessidade de efetuar a limpeza das suas propriedades rurais, para se evitarem possíveis incêndios.

Mais Crescimento Económico

Queremos uma freguesia dinâmica, que seja atrativa para a criação e instalação de novas empresas e locais de comercio. A junta de freguesia pode ter um papel fundamental ao nível do apoio e incentivo para o desenvolvimento de novos negócios localmente.

Propomos assim:

 – Promover a atração/criação de empresas e empregos na freguesia.

Prestar apoio às empresas ao nível das necessidades burocráticas de nível municipal e nacional.

 – Reabertura total das feiras, mercados e autorização das festas locais, garantindo as regras sanitárias necessárias ao não recrudescimento dos níveis de infeção.

Melhor Educação, Mais Futuro

Continuam a persistir na nossa freguesia situações de abandono escolar e de menor aproveitamento escolar, que importa dar resposta para que todos tenham acesso a melhores oportunidades de vida. Acreditamos que a junta de freguesia pode, dentro das suas possibilidades, ajudar na resolução destes problemas.

Assim propomos:

 – Disponibilizar um espaço para que os alunos da freguesia possam estudar, equipado com os meios tecnológicos mais recentes. Com esta medida queremos que todos os alunos da freguesia disponham de um ambiente propício ao estudo e que tenham acesso a todas as ferramentas necessárias para atingirem o sucesso escolar.

Exercer influência, junto da câmara municipal, para que os alunos da freguesia possam escolher frequentar as escolas básicas 2/3 de Loures ou da Venda do Pinheiro.

 – Providenciar aulas de explicação aos alunos com menor aproveitamento escolar, de famílias mais carenciadas, criando parcerias com serviços de Educação já existentes.

Mais Saúde e Mais Liberdade de Escolha

A saúde é essencial para o bem-estar do cidadão. Queremos que todos os fregueses tenham acesso a melhores cuidados de saúde, por forma a melhorar a qualidade de vida em Lousa.

Queremos assim:

 – Disponibilizar serviços de psicologia, por forma a combater o crescente isolamento da população idosa da freguesia e assim prevenir o surgimento de eventuais patologias na área da saúde mental.

 – Estudar o desenvolvimento de serviços de emergência de saúde na freguesia.

Mais Sustentabilidade

 – Proceder à reabilitação energética dos edifícios públicos da freguesia. Queremos reduzir o consumo de energia e tornar os edifícios mais sustentáveis, por forma a minimizar o seu impacto ambiental e poupar dinheiro a médio/longo prazo.

 – Criar campanhas de sensibilização a empresas e indústrias sobre a eficiência energética. Pretendemos ajudar as empresas e os cidadãos a escolher opções energeticamente mais eficientes, reduzindo assim a sua pegada ecológica e a sua fatura da eletricidade.

 – Potenciar a prática de Refood, através do desenvolvimento de uma estratégia de sensibilização para evitar o desperdício de alimentos. Esta estratégia será focada nos restaurantes, comercio local e supermercados. Possibilidade de parceria com ONGs que atuam nesta área.

 – Efetuar campanhas de sensibilização que incentivem a redução da utilização dos plásticos de uso único. Pretendemos promover o uso de sacos de pano, para as frutas e legumes, em vez dos atuais sacos descartáveis de plástico.

 – Promover a recolha de mais produtos recicláveis, através do reforço dos ecopontos. Queremos incentivar a reciclagem, uma vez que induz à redução de exploração dos recursos do planeta para criar o que precisamos no dia a dia.

Mais Transparência na Gestão da Freguesia

Uma Junta de Freguesia deve responder às reais necessidades dos fregueses. Deve promover o envolvimento dos cidadãos na tomada de decisão. Não é o que se verifica em Lousa, onde muitas das decisões da Junta são tomadas sem ter em conta os anseios das populações da freguesia.

Consideramos também que a Junta deve prestar informação clara, objetiva e transparente. Muitas das informações acerca da gestão da freguesia não são de fácil acesso, dificultando o escrutínio das atividades da Junta. Propomos assim uma mudança da forma como a Junta de Freguesia se relaciona com os fregueses.

Essa mudança passa por:

 – Criar um orçamento participativo, em que os fregueses possam propor novas medidas ou intervenções a efetuar pela freguesia.

Fazer um levantamento imediato de todas as infraestruturas afetas ao funcionamento da Junta de Freguesia, fomentando o máximo possível a concentração, alienando ou recuperando os edifícios devolutos.

 – Investir na digitalização da freguesia, diminuindo a burocracia e os níveis de decisão, criando sistemas digitais de ligação ao freguês, com resposta célere aos pedidos efetuados.

 – Reorientar os recursos humanos para áreas deficitárias, investindo na sua formação e na sua transição digital.

 – Comunicar a atividade da JFL de forma transparente, eliminando a promiscuidade entre a divulgação de ações da freguesia e a propaganda do partido no poder.

 – Criar um portal com a divulgação das adjudicações efetuadas pela JFL, permitindo o seu escrutínio, nomeadamente ao nível de ajustes diretos efetuados.

 – Simplificar o site da Junta de Freguesia, facilitando o acesso por parte do cidadão ao orçamento anual, às prioridades de investimento, ao estado dos contratos efetuados, bem como a outros documentos publicados pela Junta.

 – Transmitir em direto no site da junta as reuniões de assembleia de freguesia.

Mais Turismo

Ultimamente tem vindo a observar-se um desaproveitamento do património histórico e cultural da freguesia, assim como também uma perda de identidade de Lousa.

Para combater este fenómeno, a Iniciativa Liberal propõe:

 – Criar um centro de interpretação para valorizar a importância do ciclismo em Lousa. Queremos, com esta medida, preservar a identidade e a história da freguesia, assim como também dar a conhecer a pessoas de fora a forte ligação de Lousa com o ciclismo e promover o desenvolvimento desta atividade desportiva.

 – Preservar e dinamizar o património histórico da freguesia (Ruínas do Sanatório Albergaria Grandella, Anta de Carcavelos, Anta do Alto da Toupeira, Gruta de Salemas, entre outros). No caso das Ruínas do Sanatório Albergaria Grandella, estabelecer uma parceria com empresas locais para efetuarem a sua requalificação e procederem à exploração do respetivo potencial turístico.

 – Que sejam disponibilizados, no site da Junta, os locais de interesse turístico e alojamento local presentes na freguesia.

Melhor Mobilidade, Mais Proximidade

Lousa possui acessos rodoviários que conectam a freguesia diretamente com o resto do município e com os principais espaços urbanos circundantes (Lisboa e Mafra).

Contudo, o transporte público em Lousa é caracterizado por se focar nas deslocações de proximidade e em querer servir todos os lugares, ignorando as necessidades de deslocação rápida para os locais de trabalho, para os equipamentos de saúde e para os locais de comércio e serviços. Queremos contribuir para que os fregueses possam deslocar-se de forma mais rápida.

Pretendemos ainda impulsionar o incremento da qualidade de vida, requalificando as vias pedonais e promovendo a utilização de veículos não motorizados. A mobilidade terá obrigatoriamente de estar aliada a uma melhor sustentabilidade.

Assim pretendemos:

 – Criar uma plataforma intermodal de transporte público com estacionamento para veículos privados. Queremos que todos, independentemente de onde vivem, tenham acesso rápido aos transportes públicos

 – Proceder à melhoria das paragens dos transportes públicos, dando um ar mais moderno, limpo, amigável e que protejam os utilizadores das condições meteorológicas. Algumas paragens estão degradadas, mal localizadas e/ou têm poucas condições para a proteção dos utilizadores dos transportes públicos.

 – Melhorar o acesso de pessoas com mobilidade reduzida ao transporte público, tornando a freguesia amiga das pessoas com mobilidade reduzida.

 – Criar novos passeios mais confortáveis e com melhores condições de segurança, melhorar a sinalização nas passadeiras e colocar suportes para facilitar a subida nas escadas. Importa garantir condições de conforto e de segurança para a deslocação pedonal, sobretudo num contexto em que boa parte da população é idosa.

 – Aumentar a oferta de estacionamento. Existe falta de estacionamento, que desmotiva a frequência do comércio local, cafés, assim como também a utilização do espaço público e dos equipamentos.

 – Melhorar o pavimento das ruas e estradas da freguesia, mantendo, no caso das ruas do centro histórico de Lousa, as suas características originais.

 – Melhorar a luminosidade e a sinalização de segurança das vias. Presenciamos ainda alguma ausência de iluminação pública e sinalização adequada.

 – Implementar o limite de velocidade 30 (zonas 30) do centro das localidades. Pretendemos que as áreas urbanas da freguesia sejam mais seguras para a deslocação pedonal.

 – Criar uma ciclovia entre Lousa e a localidade do Cabeço de Montachique, através do aproveitamento da antiga estrada que ligava Lousa ao Cabeço de Montachique (Rua Doutor Bossa da Veiga). Dado Lousa ser a terra do ciclismo, importa disponibilizar um espaço onde se possa andar de bicicleta e treinar em segurança.