O Nosso Programa

Porquê a candidatura da Iniciativa Liberal?

A candidatura autárquica de Loures tem como objetivo passar a contar com uma representação nos órgãos autárquicos de Loures e poder agir para alterar radicalmente o rumo traçado por mais de 40 anos de comunismo e socialismo no concelho.

Loures é um dos concelhos que mais regrediu na Área Metropolitana de Lisboa e por isso esta candidatura propõe-se a mudar o que for necessário para tirar Loures da cauda da Área Metropolitana de Lisboa e criar condições para uma Loures desenvolvida que coloque as Pessoas no centro das suas políticas, permitindo-lhes igualdade de oportunidades e dê iniciativa aos seus habitantes e às empresas que nela sediam os seus negócios, que lhes dê a confiança e liberdade de escolha para aproveitarem e para criarem as suas próprias oportunidades.

Somos livres de mudar, para Libertar Loures!

As nossas propostas para Loures

Mais Emprego, Melhor Economia

Loures está na cauda de todos os indicadores de desenvolvimento e atividade empresarial na Área Metropolitana de Lisboa. Isso reflete-se na degradação dos níveis de emprego, no baixo poder de compra da população e na baixa criação de Valor Acrescentado Bruto da atividade económica, em total contraciclo com os últimos 15 anos da Área Metropolitana de Lisboa.
Queremos atrair mais empresas para Loures de modo a aumentar a empregabilidade, aumentar o poder de compra e melhorar a qualidade de vida, atuando em três áreas distintas: empresas, impostos e turismo.
Empresas: São propostas medidas para reduzir o peso e a intervenção do Município na atividade económica e empresarial. Loures tem um problema crónico de desemprego e de emprego de baixo poder de compra. Este problema crónico só se resolve através de uma economia dinâmica, atrativa para empresas e empreendedores e facilitadora para aquelas que já efetuam a sua ação no concelho, mas que todos os dias lutam com as dificuldades e entraves colocados pelo Município. A IL propõe estimular a articulação entre as diferentes entidades no município, criando pontes de contacto entre escolas, profissionais e empresas. Transformando a Câmara num agente facilitador e não num interveniente principal em todas as atividades económicas no município.
Atraindo mais empresas e aumentando o Valor Acrescentado da atividade económica em Loures, vai ser possível aumentar a empregabilidade, valorizar mais o emprego e melhorar a qualidade de vida dos Lourenses.
Impostos: Propõe-se a reconfiguração da carga fiscal e regulatória municipal, reduzindo os impostos municipais, as taxas e taxinhas e garantindo a oferta de melhores serviços para aquelas que não podem ser reduzidas.
Turismo: A IL pretende também um município mais atrativo não só para os Lourenses, mas também para os habitantes de outros concelhos, propondo-se a criação de uma marca Loures, ligada a todos os recursos turísticos do Município, por forma a criar uma visibilidade e uma atração à população da AML como um local de excelência para o seu turismo de proximidade.

Melhor Educação, Mais Formação

Porque a IL acredita que a Educação é a base para a liberdade de escolha responsável, irá lutar pela descentralização administrativa, financeira e pedagógica, tornando as escolas mais abertas à comunidade, com projetos aliciantes que alterem radicalmente o panorama do insucesso escolar e focadas nas necessidades do tecido empresarial.
Pretendemos estimular profissionais e empresas a valorizar o talento das escolas de Loures. Garantir que todos, independentemente da sua condição económico-social, obtenham as melhores condições de desenvolvimento de competências e assim aceder ao Elevador Social.
Lutaremos por uma educação com qualidade para todas as crianças e jovens proporcionando às famílias o financiamento que lhes permitam escolher a escola e o projeto educativo que mais se adequa. Será focada a valorização do papel das escolas, dos professores e dos pais como verdadeiros empreendedores na senda de educar.

Melhor Mobilidade, Mais Proximidade

A estratégia de Mobilidade em Loures está centrada no anúncio de projetos megalómanos, com ainda pouca fundamentação científica, servindo apenas frações do Município e com uma total ausência de análise custo-benefício que fundamente a decisão tomada. Enquanto isso, o transporte rodoviário em Loures tem uma exploração ineficiente e deficitária, que ignora várias freguesias do concelho.
Importa explorar a rede rodoviária, assim como toda a rede de estradas municipais. Importa trazer inovação, sustentabilidade e qualidade para os munícipes, em soluções mais imediatas e exequíveis para o concelho. Mais transportes, melhores transportes, mais eficiência e menos custo financeiro.
A IL não está dogmaticamente contra projetos de elevado investimento, mas pretendemos garantir que esses projetos só são iniciados após uma análise custo-benefício que fundamente a decisão, face a eventuais alternativas.

Melhor Ambiente e Mais Sustentabilidade

Décadas de políticas comunistas e socialistas deixaram um atraso significativo no ambiente, ordenamento e planeamento do território municipal. É fulcral trazer o município para o século XXI.
São propostas ações com vista a melhorar o bem-estar dos munícipes e promover uma melhor integração do espaço urbano com o espaço natural. Concretizar uma estratégia de aproveitamento dos recursos naturais do Município, de forma que este possa crescer de forma sustentável. São ainda consideradas ações de mitigação das alterações climáticas, proteção e aproveitamento de recursos naturais e preservação da natureza.
Loures tem um património natural valioso que vai do Rio Trancão, ao Parque de Montachique, passando pela região vinícola de Bucelas e pela Várzea de Loures. A IL propõe-se a construir uma estratégia de aproveitamento destes recursos de forma que o município possa crescer de forma sustentável no futuro. A boa exploração do potencial ambiental do município irá facilitar iniciativas individuais e empresariais sustentáveis e ambientalmente responsáveis.

Segurança e Proximidade

Pretendemos incrementar o policiamento de proximidade, nomeadamente nas zonas identificadas como menos seguras.

Não defendemos direcionar o policiamento para minorias, nem apara determinados Bairros Municipais, mas sim a identificação das zonas com índices de segurança mais baixos e reforçar, por via da Polícia Municipal, a prevenção nesses locais.

Somos também contra qualquer medida que invada injustificadamente a privacidade dos cidadãos.

Saúde para todos

Possibilitar aos munícipes o acesso aos melhores cuidados de saúde, independentemente de o fornecedor ser público ou privado.
Por esta razão a IL tem acompanhado a PPP com o Hospital Beatriz Ângelo cujos indicadores avaliados referem bons resultados, sendo um dos melhores e mais eficientes hospitais do país. E por isso, faremos oposição à vontade do executivo de acabar com a PPP no Hospital Beatriz Ângelo, transformando-o num hospital de gestão pública.
Também é focada a qualidade dos cuidados de saúde primários, já que Loures tem os piores rácios de médicos/enfermeiros da AML, um gravíssimo déficit de médicos de família atribuídos aos munícipes e em simultâneo um grave fenómeno de exclusão social em que o acesso aos cuidados primários é fortemente limitado por incapacidade de resposta do sistema.

Resposta COVID-19 - Recuperação económica mais rápida

A pandemia mundial causada pelo COVID-19 teve impactos brutais na Economia global. Em Portugal, onde a anemia crónica do tecido económico e a sua excessiva dependência do Estado o tornou muito mais sensível, esse impacto foi exponenciado. Loures não fugiu à regra do resto do país, tendo a fragilidade económica do município motivado efeitos ainda mais catastróficos.
Propomos a Compensação direta aos profissionais, negócios e atividades culturais afetados pela Pandemia. Canalizar os fundos disponíveis diretamente para os atores económicos afetados.

Mais Transparência e Melhor Gestão Autárquica

Definir medidas concretas de Transparência e Gestão Autárquica: ter informação clara, objetiva e transparente, que permita um correto escrutínio da atuação do Município, ao invés de propaganda institucional, criando uma promiscuidade contínua entre o anúncio de medidas da câmara e a exaltação da ação política do partido no poder.
Alterar radicalmente os princípios de Gestão Financeira do Município. Loures tem um dos piores Prazos de Pagamento a Fornecedores da Área Metropolitana de Lisboa. O Município tem a obrigação de ser uma entidade que respeita os contratos, os prazos de pagamento acordados e que preza uma relação de respeito com todos os munícipes. A forma como estão disponibilizados os serviços públicos essenciais deve ser repensada e tornada a prestação desses serviços mais eficiente, o que se traduzirá em melhor qualidade e menores custos para os munícipes. Desburocratizar, retirando o município da frente dos cidadãos e empresas que queiram ter iniciativa.
É focada ainda uma restruturação extensiva dos SIMAR. Esta entidade é um gritante exemplo do falhanço as políticas de Gestão do Município nos últimos anos, sendo um autêntico “buraco financeiro”, enquanto sofre de graves deficiências no serviço prestado aos Munícipes. Importa reverter esta realidade, reorientando a abordagem municipal aos SIMAR, por forma a que seja possível um serviço de Água e Resíduos financeiramente saudáveis e com uma real qualidade de serviço.

Mais Planeamento, Melhor Ordenamento do Território

Em relação ao Planeamento e Ordenamento do Território, a IL considera que o concelho é neste momento uma manta de retalhos sem uma visão estratégica. Acredita que é possível promover espaços para que as empresas possam crescer sem obstáculos, defender os espaços públicos e mitigar riscos de saúde pública.
É possível e necessário agilizar os processos de licenciamento das Áreas Urbanas de Génese Ilegal, um tema fulcral em Loures e que se arrasta desde sempre, através dos diversos executivos socialistas e comunistas, que nunca conseguiram agilizar e desburocratizar este vetor, impossibilitando os residentes nestas áreas de uma total fruição do investimento que fizeram na sua habitação.

Mais escolha na Habitação

A nossa visão para a Habitação inclui atuar quer na Oferta (pela facilitação do mercado, reduzindo a burocracia e simplificando a fiscalidade) quer na Procura (fomentando o funcionamento do mercado, para todos).

Para situações de exclusão, propomos efetuar um levantamento de situações de habitação não condigna. É exatamente para as populações em situação desfavorecida que o Estado tem que existir. Não para intervir em tudo, mas sim onde é absolutamente necessário. A solução não é, no entanto, criar Bairros Municipais, que funcionam como guetos, mas sim uma Política de Habitação que envolva o setor privado, a reabilitação urbana e o mercado de arrendamento.

Elevação Social, em vez de Ação Social

Na ação social, a nossa primeira linha de ação é na prevenção das situações de exclusão por motivos económicos, fortalecendo a Economia e a Inclusão Social.

Devemos evitar perpetuar situações de dependência da ação social, apoiando inicialmente de forma mais forte, mas transitória, para que quem pretende sair de situações de exclusão ou desfavorecimento possa recolocar a sua vida no caminho que pretende.

Pretendemos também incentivar a sociedade civil a participar em programas de apoio a situações de exclusão continuada, procurando soluções colaborativas e sustentáveis.

Género? Liberal!

O Projeto “Género? Liberal!” É um projeto aglutinador que prevê o respeito pela liberdade individual, económica, social e política, independentemente do género, definindo medidas concretas no equilíbrio entre os géneros. O que propomos é que todos entrem no mesmo ELEVADOR SOCIAL!
O objetivo é trabalhar a PESSOA em três eixos – familiar, profissional e na comunidade. Loures tem uma população muito heterogénea e por isso, a primeira fase do programa começará a partir das franjas mais frágeis do concelho (classes sociais mais desfavorecidas, imigrantes em risco de exclusão social, mulheres ou homens que por força das circunstâncias são marginalizados).
Importa incrementar ao rendimento de inserção social uma componente de verdadeira inclusão social. E como? Desenvolvendo iniciativas integradas nas áreas de Educação, Saúde e Planeamento Familiar, Conciliação Familiar e Profissional, Emprego e Legislação Laboral. Queremos criar oportunidades para crianças, jovens, mulheres e homens terem acesso a novas perspetivas que lhes abram horizontes para, no futuro, fazerem parte “do centro e não das franjas da sociedade”.
A segunda fase do programa prevê medidas no âmbito das políticas de natalidade, de inclusão da mulher nas áreas STEM (Science, Technology, Engineering, and Mathematics) e na política.

Acede ao nosso programa LIBERTAR LOURES aqui.